versos para uma ruimva

teu cacho é fogo no lençol
brasa de areia queimando
no deserto dos meus polegares
um fio de cabelo cai, todos os
homens estão atentos, todas as
peneiras estão preparadas
não se assustem
é apenas uma pequena chama que se apaga

mil duzentos e cinquenta e três bombeiros deixaram de
trabalhar
dois cinzeiros caminharam até o lugar
onde há fogo, há cinzas
tuas curvas
capilares
minhas
e uma dose de álcool
com gelo
pra temperar